terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Cinéfilo be, or not to be??

Eu amo cinema. Acho que o melhor programa que existe é ver um filme, não importa se seja no cinema, ou no conforto de seu lar. Prefiro 1000 vezes ver um filme no dvd, do que ir pra uma noitada de musica eletrônica, e muita bebida.
"OH", pensa agora o leitor, "você deve ser um cinefilo"! Bem... Pra falar a verdade...

Não, não sou um cinefilo.

Se for pela cabeça dos outros, eu não tenho lugar no hall dos grandes cinéfilos, porque simplesmente, não sei nada de cinema!!
Eu explico: sabe aquele negocio de decorar diretor, atores, atrizes, maquiadores, roteiristas, e o resto do que puder da lista de créditos? Então, eu não consigo. não decoro nome de ninguém. São raros os filmes no qual eu tenho o nome de alguem gravado, por exemplo, tenho o nome do John Carpenter gravado na mente, mas não lembro quem é o diretor do The warriors.
Outro motivo pra eu não poder ser considerado cinéfilo é :

Odeio Cinema Arte.

sabe aquele filme, que não passa nos circuitos oficiais, ou fica em apenas 6 duzia (ou menos) de salas de exibição, que a critica ovaciona como sendo "uma obra de arte", e que no fim, as vezes rola até uma palestra, pra se debater a real intenção do filme? então, isso é cinema arte.
E eu não gosto.
Nada contra quem gosta, mas eu tenho um serio problema ao assistir esses filmes. Eu já tentei ver filmes alemães, chineses, Iranianos, e o escambau. Foram pouquissimos os que me agradaram. se eu comento isso com algum frequentador de chats ou forum de cinema, vão me chamar de insensivel, que não sirvo pra entender a magia do cinema, e tudo mais...

O que eu gosto mesmo é de filme direto, filmes que a maioria dos "especialistas" consideram lixo, ou filmes assim, mais comerciais. Não que eles sejam comerciais, mas é que muita gente considera comercial.

Por causa de tudo isso, eu não me considero cinéfilo, apesar de amar cinema. mas vamos ver a definição de Cinéfilo no Aurelio?

Que ou aquele que gosta muito de cinema.

Acabou de ter um nó na cabeça, ou só foi eu que tive?

3 comentários:

Vulnavia Phibes disse...

Ah, larga mão de rótulos andy, tanto faz se o filme é europeu ou não, é "de arte" ou não, se nos emociona e nos interessa, é o que importa!

Voce me chama de cinéfila, mas olha só, a maioria dos cinéfilos (diretores frustrados ou algo similar, professores e estudantes de cinema)não considera Horror como sendo arte, ainda mais em cinema!
E aí...eu tbm não sou cinéfila!

Malcan disse...

Então vc entendeu meu post. O povo rotula umas coisas imbecis, só pra deixar os outros com vergonha! mostrar que sabe mais que todos! E eu fiz todo esse rodeio, só pra falar desses rotulos. Acho que não ficou do jeito que eu queria, mas enfim..

E se for usar a definição do aurelio, nós somos cinéfilos sim , pq ambos gostamos de cinema!!!hehehe!!!

Beijos, meu anjo!!

Fábio Racoski disse...

Acho engraçado os radicais pelo cinema brasileiro! Quase apanhei de um quando eu disse: "entre os piores filmes que eu já vi estão Central do Brasil e Cidade de Deus".